Menu

                          Visite o Blog

                          Visite o Blog

Neste vídeo, o Dr. Eduardo Estephan, médico especialista em doenças neuromusculares e diretor científico da Abrami, esclarece e dá as principais orientações específicas para pessoas com miastenia em relação ao possível uso da Cloroquina no tratamento de Covid-19.

 Mantenha-se atualizado, acessando a seção de notícias do site da Abrami: http://abrami.org.br/noticias

Sabemos até agora que a maioria dos casos da doença do novo coronavírus (COVID-19) é leve e passível de controle apenas com medicações sintomáticas, como casos leves de gripe e resfriados. Com dados coletados até hoje (04/04/20), sabemos que 80 a 85% dos casos são leves e não necessitam hospitalização, devendo permanecer em isolamento respiratório domiciliar; 15% necessitam internamento hospitalar e menos de 5% precisam de suporte intensivo (de UTI/UCI/CTI).

Líderes de opinião sensatos e os especialistas competentes da área nos alertam para ficarmos atentos, mas não ansiosos, muito menos em pânico.

Esse vídeo é longo, porém bastante educativo e didático sobre o coronavírus.
O Dr. Acary é neurologista e professor da Unifesp, referência mundial em doenças neuromusculares.
Ele ama compartilhar informações de maneira sensata e bem simples, para que qualquer público possa entender.
Vale a pena assistir!

Orientações sobre COVID-19 para pacientes com DOENÇAS NEUROMUSCULARES. Não há motivo para pânico, mas não há espaço para negligência. São doenças neuromusculares as doenças do neurônio motor, as neuropatias, as síndromes miastênicas e as miopatias e distrofias. Pacientes com formas leves e bem controladas devem realizar as medidas preventivas recomendadas para toda população. Pacientes com maior risco devem seguir algumas recomendações a mais, segundo as associações europeias e americanas (das poucas que se posicionaram a respeito).