Menu

                          Visite o Blog

                          Visite o Blog

Imuran ou Imunen (nome comercial)

  • Composição
    Cada comprimido contém 50 mg de azatioprina.
  • Indicações

É usado como antimetabólito imunossupressor, isolado, ou mais comumente em combinação com outros agentes (normalmente corticosteróides) e procedimentos que influenciam a resposta imunológica. Em combinação com corticosteróides, e/ou outros agentes ou procedimentos imunossupressores, é indicado no controle de pacientes receptores de transplantes de órgãos, bem como: artrite reumatoide grave, lúpus eritematoso sistêmico, dermatomiosite, polimiosite; hepatite crônica ativa soro-imune, Pemphigus vulgaris, anemia hemolítica auto-imune, púrpura trombocitopênica idiopática refratária crônica, poliartrite nodosa.

  • Apresentação

embalagens com 200 comprimidos.

Embalagem do MytelaseEsse medicamento é importado e pode ser encontrado em farmácias importadoras de medicamentos, tais como:

  • http://farmasupply.com.br/medicamentos-importados/mytelase/
  • http://www.drugfast.com.br/#!m/c1uy1
  • A Fundação Rubem Berta, telefone (11) 5041.9623 ou Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Medicamentos importados não constam no Protocolo Clínico de Miastenia, portanto não são dispensados normalmente pelo SUS.

A CICLOSPORINA é um polipeptídeo cíclico constituído por 11 aminoácidos. É um poderoso imunossupressor, capaz de prolongar nos animais, a sobrevida aos transplantes alogênicos de pele, coração, rins, pâncreas, medula óssea, intestino delgado e pulmão.

A Portaria MS-SAS nº 1169 de 16/11/15, publicada no Diário Oficial da União, página 82, seção 1, é a versão mais atualizada do Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas - Miastenia Gravis.

Este protocolo contém o conceito geral da miastenia gravis, critérios de diagnóstico, tratamento e mecanismos de regulação, controle e avaliação, é de caráter nacional e deve ser utilizado pelas Secretarias de Saúde dos Estados, Distrito Federal e Municípios na regulação do acesso assistencial, autorização, registro e ressarcimento dos procedimentos correspondentes.

De acordo com o protocolo clínico é criado um consenso sobre a condução da terapêutica, estabelecendo critérios de diagnóstico, tanto nas emergências quanto nos consultórios, assim como a indicação de medicamentos, exames laboratoriais e de imagem mais adequados ao quadro do paciente.

Se quiser consultar o documento na íntegra, clique aqui.